A tranquilidade e a neblina de Paranapiacaba

Tirei Sábado para conhecer a tão famosa região de Paranapiacaba, aqui em São Paulo, e o que me chamou mais atenção por lá foi a variação do ‘clima’ durante o dia.

Paranapiacaba é um distrito que pertence ao município de Santo André e era um centro de controle operacional da companhia inglesa de trens, a São Paulo Railway, que era responsável operação da estrada de ferro que realizava o transporte de cargas e pessoas do interior paulista para o porto de Santos e vice-versa.

Paranapiacaba
Foto por Mari Duarte / Seja Um Viajante
Paranapiacaba
Foto por Mari Duarte / Seja Um Viajante

Depois de toda essa fase histórica Paranapiacaba recebe hoje muitos turistas interessados na região, que é bem pequena, você pode andar a cidade toda a pé! Foi assim que conheci lá, com direito a paradas para comer algumas coisinhas tradicionais da região.

Para chegar até Paranapiacaba, existe um expresso turístico que sai da Estação da Luz em São Paulo com parada também na Estação Prefeito Celso Daniel, em Santo André. Fiz o caminho mais autônomo pegando o trem até a Estação Rio Grande da Serra e depois um ônibus que vai até Paranapiacaba.

Paranapiacaba
Foto por CPTM

Chegando lá a parada do ônibus é bem próxima a igreja da região, uma construção inaugurada em 1884 que tem como padroeiro o Bom Jesus. Entre construções que retratam parte da história do nosso país, por lá também encontramos o Museu do Funicular, com exposição de diversos objetos ferroviários, utilizados na antiga ferrovia que lá operava. As locomotivas antigas que estão por lá, são sensacionais!

Paranapiacaba
Foto por Mari Duarte / Seja Um Viajante
Paranapiacaba
Foto por Mari Duarte / Seja Um Viajante

Encontrei em Paranapiacaba muitas coisas feitas de Cambuci, tomei o suco e comprei uma cachaça artesanal da fruta para trazer pra casa de recordação!

Nada me chamou mais atenção lá do que a variação cliemática! Durante o dia, que estava aparentemente normal, uma neblina tomou conta de Paranapiacaba de forma que nunca vi algo parecido antes. Era difícil enxergar as coisas na minha frente de tão tampada que a cidade ficou. A princípio parece um cenário de filme de terror, mas prometo que não da medo e chega a ser surpreendente, muito curioso.

Fiquei tão curiosa e impressionada com o fenomeno que fui pesquisar a respeito e descobri que a intensa neblina que perpassa pela cidade durante grande parte do ano ocorre devido a topografia da região. Topografias como esta sempre apresentam pela manhã, em determinada época do ano, um quadro de nebulosidade cerrada, porque o vapor oriundo da evaporação em regiões mais baixas avança o relevo acima e se condensa com o resfriamento provocado pela elevação de altitude.

Paranapiacaba
Foto por Mari Duarte / Seja Um Viajante
Paranapiacaba
Foto por Mari Duarte / Seja Um Viajante

Paranapiacaba também é repleta de trilhas e caminhos para relaxar ao longo do espaço ainda preservado por lá da Mata Atlântica, que você pode aproveitar para conhecer no verão. Existem algumas pousadas na região, para quem quer aproveitar e ficar mais que um dia para explorar a fundo o lugar.

Aproveitei pra registrar em vídeo também para o canal do Seja Um Viajante (se você ainda não é inscrito, inscreva-se AQUI!) e o resultado (incluindo a neblina curiosa) você pode conferir abaixo.

3 COMENTÁRIOS

  1. Olá Mari. Você por acaso ouviu dizer se esse clima mais “ameno” permanece até outubro por aí ? Pretendo conhecer em breve. Fotos bacanas. Obrigado por compartilhar a experiência.

    • Olá André, tudo bom?
      Pelo que me falaram na região, em dias mais frios é mais comum a neblina. Fora isso pode acontecer, mas é mais fácil nos dias realmente mais frios. No geral lá é sempre mais ameno do que na capital Paulista, por exemplo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here